O brasileiro Fabrício Werdum não engoliu os xingamentos do norte-americano Colby Covington, que ainda no UFC São Paulo, realizado em outubro, afirmou que o Brasil era um “chiqueiro” e os brasileiros seriam “porcos”. Ao encontrar com o meio-médio no saguão do hotel onde acontecia a pesagem do UFC Austrália, o gaúcho, que é peso-pesado, não se conteve e queria ir para cima do americano. Segurança tiveram que conter o brasileiro, que ainda jogou um objeto na cara de Covington.

Após o ocorrido, que foi filmado em partes pelo norte-americano e transmitido no seu Instagram, Covington preferiu dizer apenas que era vítima da situação e que teria levado um soco no rosto do brasileiro. Além disso, o meio-médio ainda garantiu que procuraria a polícia e a organização do UFC para denunciar a atitude de Werdum.

Porém, uma segunda gravação caiu na rede, e pessoas que estavam no local ouviram o norte-americano xingar Werdum de maneira xenofóbica. Nas palavras de quem estava no local, o meio-médio voltou a afirmar que os brasileiros s&atsão “animais sujos”. Além disso, o norte-americano mandou o peso-pesado ir se “f****” e ainda chamou o brasileiro de “c****”.

Em entrevista ao Canal Combate, da Globo, Werdum, que tem a luta principal no UFC da Austrália, contra Marcin Tybura, ainda neste sábado (18), declarou que não fez nada para agredir Covington. O brasileiro apenas disse que bloqueou um chute que o americano tentou dar nele e que ele revidou jogando um boomerang leve, que foi presente de um fã. O gaúcho ainda afirmou que só tentou derrubar o celular do americano, que para ele, é uma pessoa “problemática”.

Werdum ainda comenta que nunca tinha visto Covington na vida, mas que mesmo assim, o norte-americano começou a xingá-lo e a xingar o Brasil. O brasileiro ainda destacou que quando o meio-médio viu que ele estava indo para cima, começou a correr, parecendo até que estava com medo de chegar às vias de fato com o peso-pesado. Abaixo você confere dois vídeos que foram gravados sobre o momento, que teria acontecido ainda na última quarta-feira (15).