Três estudantes universitárias foram presas depois de supostamente terem combinado uma orgia sexual com um policial disfarçado em um hotel. As jovens detidas estudavam na Universidade de Miami, nos Estados Unidos. Maury Noun, de 21 anos, é suspeita de recrutar Samara Charlotin, de 19 anos, e Acacia Friedman, de 23 anos, para se encontrarem com um detetive disfarçado a troco de muito dinheiro, de acordo com a emissora norte-americana NBC. As três mulheres foram presas acusadas de prostituição e de participarem de uma quadrilha que alicia estudantes universitárias.

O detetive teria oferecido a Maury Noun US$ 10 mil (R$ 31,3 mil) para ter relações sexuais com Samara e Acacia. Maury concordou e agendou um quarto de hotel de quatro estrelas, em Miami, para os três se encontrarem, sugerindo ainda que se o policial pretendesse sexo desprotegido, teria que pagar mais pelo serviço, deixando essa possibilidade para decisão do detetive.
O que elas não sabiam é que tudo isso era uma armação, e que o homem era um policial que estava investigando a atividade ilícita que elas praticavam. Os oficiais aguardaram as mulheres no hotel de luxo, onde as prenderam em flagrante delito.

Maury Noun foi detida em um local separado, uma vez que ela não se encontrava junto com as outras estudantes. Samara e Acacia foram presas e enfrentam uma série de acusações de prostituição, enquanto Maury será julgada por dar apoio à prostituição, ajudando ou instigando a prostituição.

Samara também foi acusada de posse de drogas depois que os policiais encontraram maconha e pílulas de oxicodona com ela. Acacia frequenta a Universidade de Miami juntamente com Maury, enquanto Samara frequenta a vizinha Universidade Internacional da Flórida.

Nos seus perfis de Facebook é possível ver as três jovens estudantes universitárias juntas, bebendo, fumando e saindo para a praia. Durante a primeira audiência, na quinta-feira (30), Samara Charlotin, de 19 anos, disse à juíza Mindy Glazer que está cursando uma licenciatura em biologia, o que fez com que a magistrada desse um conselho para ela: “Você é uma garota esperta, se você quer viver para ver a idade de 20 anos, você precisa encontrar um outro trabalho. O que você está fazendo é uma coisa muito arriscada para alguém com muito potencial como você”.

As outras jovens também vão ser escutadas em tribunal e só no final serão conhecidas as penas a que elas terão se eventualmente condenadas. Com essas prisões, a Polícia acredita que desmantelou a rede de prostituição de jovens estudantes